Melanoma de unha: fique atento, fique por dentro

Melanoma de unha: fique atento, fique por dentro

O melanoma de unha, também chamado de melanoma subungueal, é um tipo de câncer raro, que aparece nas unhas e pode ser notado pela presença de uma mancha vertical escura na unha que aumenta ao longo do tempo. Esse tipo de melanoma é mais frequente nos adultos e não possui causa definida, considera-se que seu aparecimento ocorre por fatores genéticos.

Esse tipo de melanoma pode ser dos mais fatais, pois normalmente é confundido com hematomas ou infecções fúngicas, o que acaba por atrasar o diagnóstico e o início do tratamento. No entanto, quando identificado logo, o melanoma de unha possui grande chance de cura.

Principais sintomas

O principal sintoma do melanoma de unha é o aparecimento de uma mancha escura, normalmente marrom ou preta e na posição vertical, geralmente na unha do polegar ou no dedão do pé, que não desaparece ao longo do tempo e que aumenta de espessura. Além disso, em alguns casos, podem ser identificados outros sinais e sintomas, como:

  • Sangramento no local da mancha;
  • Aparecimento de um nódulo por baixo da unha, que pode ter pigmentação ou não;
  • Destruição da unha, nos casos mais avançados;
  • Mancha que cobre a unha toda.

O melanoma da unha não tem causa específica, no entanto acredita-se que esteja diretamente relacionado a fatores genéticos.  A exposição prolongada e frequente aos raios ultravioletas, que é a principal causa do melanoma na pele, também deve ser evitada, pois pode estimular a expressão dos genes relacionados ao câncer, levando ao desenvolvimento da doença.

Como é feito o diagnóstico

Como o melanoma na unha pode ser facilmente confundido com um hematoma ou infecção, já que os sintomas são semelhantes, o diagnóstico é, na maioria das vezes, tardio, o que pode resultar em complicações, incluindo a metástase, em que as células malignas se espalham para outras regiões do corpo.

Caso seja verificada a presença de mancha vertical escura na unha, o ideal é ir ao dermatologista para que a unha seja avaliada e possa ser realizada a biópsia, se recomendada pelo especialista. A biópsia é o único método de diagnóstico disponível para confirmar o melanoma de unha.

Como é feito o tratamento

O tratamento do melanoma de unha é cirúrgico, sendo muitas vezes necessária a remoção da unha e do tecido afetado. Nos casos mais graves, quando o melanoma está mais avançado, pode ser necessária a amputação do dedo, seguida de radioterapia e quimioterapia.

É importante que tanto o diagnóstico quanto o tratamento sejam feitos logo que seja percebida a primeira alteração sugestiva do melanoma, pois assim é possível ampliar as chances de cura.

Este conteúdo foi útil para você? 

Curta, comente, compartilhe os nossos conteúdos. Ajude-nos a conscientizar mais pessoas sobre saúde e prevenção ao câncer.

Oncocenter, dedicada a você!

#melanomadeunha #cancer #prevencao #oncocentersaj

Fontes: Sociedade Brasileira de Dermatologia, INCA

Siga-nos

Notícias recentes

Câncer renal

Esse tipo de câncer não é dos mais comuns e tem a incidência estimada entre 7 a 10 casos para cada 100 mil habitantes, principalmente

Câncer e consumo de álcool

Durante a pandemia, a Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas (Abead) observou um aumento de 40% nas vendas de bebidas alcoólicas. As

Câncer e obesidade: um alerta

As evidências científicas que apontavam o cigarro como o grande vilão do câncer levaram o Brasil a adotar, a partir do fim da década de

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 18:00