A Oncocenter apoia o Movimento Brasil sem Câncer do Colo do Útero

A Oncocenter apoia o Movimento Brasil sem Câncer do Colo do Útero

No último dia 17 de novembro, em Genebra, na Suíça, durante a 73ª Assembleia Mundial da Saúde, a OMS (Organização Mundial da Saúde), lançou a campanha global para a erradicação do câncer do colo do útero. 

No Brasil, representantes da sociedade civil e de entidades médicas, a exemplo da SBOC (Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica), formaram o Movimento Brasil sem Câncer do Colo do Útero, para a construção de um plano conjunto com estratégias para o atingimento das metas sugeridas pela OMS, para eliminação da doença, até o ano de 2030.

A Oncocenter como integrante da SBOC está apoiando e participando ativamente deste Movimento. 

As estatísticas da doença no Brasil 

O câncer do colo do útero ou câncer cervical é classificado como um problema de saúde pública. Trata-se do terceiro tipo de câncer mais incidente na população feminina e da quarta causa de morte entre mulheres.

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), são estimados 16.590 novos casos em 2020. A taxa de mortalidade gira em torno de 39%, com mais de 6 mil óbitos por ano. Dois terços dos casos da doença são diagnosticados em estágio avançado, o que dificulta o sucesso dos tratamentos e diminui as chances de cura.

Embora a incidência da doença seja democrática, afetando mulheres de todas as faixas etárias e classes sociais, a mortalidade é seletiva, atingindo em sua maioria mulheres negras e de baixa escolaridade. Segundo a Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), quase nove de cada dez óbitos por câncer do colo do útero ocorrem em regiões menos desenvolvidas, onde o risco de morrer de câncer cervical antes dos 75 anos é três vezes maior.

Apesar das estatísticas alarmantes, trata-se de uma das raras neoplasias, cuja prevenção pode evitar o surgimento da doença.

A fórmula da prevenção

A vacinação é o fator de prevenção primária, capaz de evitar a infecção pelo HPV (papilomavírus humano), vírus sexualmente transmissível, causador do câncer do colo do útero. A vacina deve ser aplicada em meninos e meninas, entre 9 e 14 anos, antes do início da atividade sexual. No entanto a baixa aderência à vacina anti-HPV, por conta das fake news e dos movimentos antivacinas, compromete os resultados das estratégias de vacinação.

Combater as fake news e conscientizar a população sobre a segurança, eficácia e credibilidade da vacina é um dos desafios do Movimento Brasil sem Câncer de Colo do Útero. 

A meta da OMS é de 90% de cobertura vacinal. Em 2019, os índices de cobertura vacinal no Brasil eram de 52% em meninas e 22% em meninos.

O segundo fator de prevenção é o aumento do rastreamento, com o exame de colpocitologia oncótica (exame de Papanicolau), popularmente conhecido como preventivo ginecológico. 

As diretrizes das OMS para eliminação do câncer cervical recomendam 70% de cobertura anual do exame, na faixa etária de 25 a 65 anos. Dados do Ministério da Saúde indicam que apenas 16% das mulheres nesta faixa etária realizam o exame anualmente.

O terceiro e último fator diz respeito ao acesso ao tratamento. A OMS preconiza que 90% das mulheres identificadas com lesões precursoras ou câncer invasivo recebam tratamento de forma célere e adequada. No entanto, segundo dados do SUS (Sistema Único de Saúde), o tempo médio entre o diagnóstico de câncer e o primeiro tratamento é de 60 dias. 

São muitos os desafios, mas certamente com a soma dos esforços de todos os envolvidos, e a Oncocenter está nesta parceria, o Brasil conseguirá erradicar o câncer do colo de útero.

Fontes: INCA, SBOC, SUS, Febrasgo, Ministério da Saúde.

Siga-nos

Notícias recentes

A importância da mamografia

O câncer de mama é o tipo mais frequente de câncer em mulheres a partir dos 55 anos de idade, mas, também pode acometer mulheres

Outubro Rosa: como surgiu

A campanha colorida, ou melhor, o movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos, na cidade de Nova York, em 1997, como

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 18:00