A importância da mamografia

A importância da mamografia

O câncer de mama é o tipo mais frequente de câncer em mulheres a partir dos 55 anos de idade, mas, também pode acometer mulheres jovens. O chamado rastreamento para o câncer de mama, consiste em realizar mamografia anual em mulheres entre 40 anos e 69 anos. A partir dos 70 anos, a frequência dependerá do critério médico. Para mulheres com risco aumentado, a mamografia anual deve ser a partir dos 35 anos de idade. No Brasil, mulheres a partir dos 40 anos de idade, têm amparo na Lei nº 11.664/08 que garante a mamografia de rastreamento pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A mamografia utiliza raios-X para formar a imagem da mama e é utilizada para o rastreamento do câncer de mama. A imagem é obtida com o uso de um feixe de raios -X de baixa energia, após a mama ser comprimida entre duas placas. É muito importante mencionar que a exposição à radiação é mínima, principalmente quando comparado com o benefício que pode ser obtido, pois trata-se de exame indispensável na detecção precoce do câncer de mama.

Conhecendo suas mamas

A mama feminina é composta por lobos (glândulas produtoras de leite), por ductos (pequenos tubos que transportam o leite dos lobos ao mamilo) e por estroma (tecido adiposo e tecido conjuntivo que envolve os ductos e lobos além de vasos sanguíneos e vasos linfáticos).

A maioria dos cânceres de mama começa nas células que revestem os ductos. Alguns começam nas células que revestem os lobos, enquanto um pequeno número se inicia em outros tecidos.

O que é o câncer de mama

É um tumor maligno formado pela multiplicação desordenada de células. As células são pequenas estruturas que formam o corpo humano.

Por que a mamografia é tão importante?

A mamografia é o exame que apresenta o melhor custo benefício para detecção precoce do câncer de mama, pois consegue rastrear tumores iniciais e ainda pequenos e quando realizada anualmente por mulheres acima de 40 anos contribui para a redução da mortalidade em razão da doença.

Isso acontece não apenas porque a detecção e diagnóstico precoce aumentam as chances de cura, em até 95%, mas também porque a realização do tratamento clínico e cirúrgico na fase inicial da doença permite uma abordagem menos agressiva ou mutiladora. Ou seja, realizar mamografia é dar chance à cura, e dar chance à vida.

Faça sua mamografia anualmente, conscientize e estimule outras mulheres a fazerem também.

Este conteúdo foi relevante para você? Faça a diferença na vida de outras pessoas, curta, comente e compartilhe.

Oncocenter, dedicada a você!

Fontes: SBM, American Cancer Society

Siga-nos

Notícias recentes

Outubro Rosa: como surgiu

A campanha colorida, ou melhor, o movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos, na cidade de Nova York, em 1997, como

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 18:00