Psico-oncologia: o que é? Quais as suas contribuições para o paciente oncológico

A psico-oncologia, é a área da saúde que alia psicologia e oncologia, trata dos aspectos emocionais dos pacientes com câncer. O seu objetivo é buscar a melhor forma de intervenção para reduzir o sofrimento do paciente durante o processo de aceitação da doença e seu tratamento. Passou a ser pesquisada e praticada no Brasil na década de 1990, e em 1994 foi fundada a Sociedade Brasileira de Psico-Oncologia.

O papel do psicólogo em durante o tratamento oncológico é oferecer suporte emocional para que o paciente possa expressar seu sofrimento, compreender as dificuldades do momento vivido, perceber as situações que lhe mobilizam emocionalmente e instrumentalizá-lo para lidar da melhor maneira possível com as alterações e limitações impostas pela doença e pelos tratamentos.

A experiência do câncer é desafiadora, independentemente do local, da extensão, do prognóstico e dos resultados dos tratamentos. São medos, mitos, tabus, perdas e incertezas. Todas essas transformações na vida do paciente podem contribuir para o desequilíbrio psicológico e desencadear diversas reações emocionais. Por essas razões, o tratamento psicológico é fundamental no enfrentamento do tratamento oncológico. A presença do psicólogo nos serviços de oncologia é obrigatória por lei (de acordo com a Portaria nº 3.535 do Ministério da Saúde).

Uma das questões de maior impacto, é a queda do cabelo decorrente da quimioterapia, e como esse efeito colateral expõe socialmente o paciente. Outra questão muito comum é a dificuldade em lidar com a rotina que os tratamentos impõem e as mudanças que ocorrem no dia a dia do paciente e de seus familiares. Por isso, a psico-oncologia também aborda e apoia a família durante o processo de tratamento. As abordagens podem ser individuais ou em grupo, dependendo de alguns aspectos clínicos e institucionais.

É também papel do psico-oncologista contribuir para a formação e aprimoramento dos profissionais de saúde, que atuam com pacientes com câncer, principalmente no que se refere aos aspectos psicossociais envolvidos na assistência.

Este conteúdo foi útil para você, curta, comente, compartilhe. Informação salva vidas. 

Oncocenter, dedicada a você.

Fonte: Fontes: SBPO (Sociedade Brasileira de Psico-Oncologia)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 18:00